28 de ago de 2015

IV Seminário Internacional de Defesa Cibernética reúne acadêmicos, empresários e Forças Armadas

Foz do Iguaçu (PR) – Nos dias 20 e 21 de agosto, o Centro de Defesa Cibernética do Exército realizou o IV Seminário Internacional de Defesa Cibernética no Parque Tecnológico de Itaipu. Durante os dois dias do evento, que contou com palestrantes da Espanha, de Israel e de Portugal, foram realizados painéis e palestras, estimulando a troca de informações entre os participantes. Para o General de Divisão Paulo Sérgio Melo de Carvalho, Chefe do Centro de Defesa Cibernética, além da troca de informações, a aproximação das Forças Armadas com a comunidade acadêmica e com as empresas fortalece o tema, o que é um dos principais legados do evento.

A Itaipu Binacional foi escolhida como sede do seminário por ser uma estrutura crítica para o Brasil e responsável por aproximadamente 20% de toda a energia elétrica consumida no País. Além disso, funciona dentro da hidroelétrica a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (TPI) que tem, dentre outros projetos, o Laboratório de Segurança Eletrônica, de Comunicações e Cibernética, fruto de uma parceria com o Exército Brasileiro.

O Seminário reuniu militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, acadêmicos e representantes de empresas de tecnologia da informação, de agências federais e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Foram realizadas discussões sobre a Defesa Cibernética como Extensão do Papel Constitucional das Forças Armadas na Defesa Nacional; sobre a visão da Espanha sobre a Defesa Cibernética, o Terrorismo Cibernético e a Soberania Nacional; e sobre o Domínio Cibernético nas Operações Militares.