19 de ago de 2015

Cabo do Exército sofre ataques homofóbicos após postar foto beijando outro homem

Ao repercutir nas redes sociais,a foto recebeu  inúmeros comentários homofóbicos 
Foto: Reprodução

A imagem causou polêmica ao ser compartilhada nas redes sociais e provocou a reação do sargento Valmir Selva, que escreveu um texto repudiando a atitude.


Um cabo do Exército Brasileiro recebeu críticas e sofreu ataques na internet após a circulação de uma foto na qual ele aparece beijando outro homem, usando a farda da corporação. 
A imagem provocou a reação de muitos usuários do Facebook. Entre os que se manifestaram, está um sargento que escreveu um texto em sua página repudiando a atitude. 
“Um cabo do Exército do 12º GAC, que está sediado em Jundiaí (SP), tirar uma foto fardado cometendo ato libidinoso e depois vai dizer que é direito dos LGBT e GLS. Para o inferno F.D.P. quer fazer self seu v**do, tira a gloriosa farda que tanto amo; e respeito. Vamos divulgar e botar este verme no lugar que ele merece”, escreveu o sargento. 
O texto resultou em vários comentários homofóbicos. Mas, ao contrário da maioria, um militar defendeu o casal. 
“Não mais nessa conjuntura que vivemos, pois sou militar, e ao dar um beijo na esposa, estando eu fardado e fora do quartel, não há problemas, portanto, invocarão (soldados) o princípio da isonomia, a justiça reconhece esse direito para Eles.”
Com informações do Portal R7.