28 de set de 2015

Observatório de Conflitos Internacionais divulga Informativo nº 98 De 17/09/2015 à 24/09/2015


Informativo nº 98 De 17/09/2015 à 24/09/2015

• AMÉRICA/EUROPA OCIDENTAL CRISE ENTRE VENEZUELA E COLÔMBIA O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, havia estendido o estado de emergência a mais vinte municípios próximos ao local onde a crise fronteiriça foi desencadeada. O Presidente colombiano Juan Manuel Santos denunciou a entrada de tropas venezuelanas em seu território. Após um encontro em Quito, no Equador, Maduro e Santos estabeleceram contato diplomático e concordaram com uma normalização progressiva da fronteira e com uma investigação da situação realizada pelos dois países. 

Fontes: LA frontera entre Colombia y Venezuela. La Tercera, DPA/Reuters, p.22, 17 set 2015; COLOMBIA acusa nueva invasión de Venezuela. Vanguardia, EFE, Bogotá,p.23, 21 set 2015 e http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/colombia-e-venezuela-chegam-a-acordo-para-normalizarrelacoes.html 


• ÁSIA/LESTE EUROPEU RÚSSIA ENVIA CAÇAS À SÍRIA E PROPÕE NEGOCIAÇÕES AOS EUA A Rússia enviou à Síria caças militares para fortalecer o exército mantido pelo governo de Bashar Al-Assad. Rússia e EUA têm o Estado Islâmico como inimigo em comum na região e, embora o país norte-americano não concorde com o regime de Assad, foram retomadas as conversas militares entre as duas nações visando-se evitar conflitos acidentais. A Rússia também opera missões de vigilância em território sírio com a ajuda de drones. 
Fontes: http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RL1VP20150921, http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RI2CL20150918 e KERRY Says Russia Proposed Talks on Syria. The Moscow Times, p. 1, 17 Set. 2015. 

JAPÃO APROVA LEI MILITARISTA 
O projeto de lei que permite ao governo japonês enviar tropas ao exterior foi aprovado na Câmara Alta. Dias antes, já haviam ocorrido intensos protestos contra a aprovação da lei. O Primeiro-Ministro Shizo Abe afirmou que esta era uma data marcante para os japoneses, que a lei serve para trazer paz e não guerra, que teria como objetivo defender o estilo de vida que seu povo cultiva, e que seria vital para fazer frente à nova conjuntura no Extremo Oriente, tendo a China como protagonista. 
Fontes: http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RI27720150918 

COREIA DO NORTE AFIRMA QUE PRINCIPAL COMPLEXO NUCLEAR ESTÁ EM OPERAÇÃO E AMEAÇA EUA 
A Coreia do Norte afirmou que seu principal complexo nuclear está em operação, que vem trabalhando para melhorar a qualidade e o número das armas e que pode usá-las contra os Estados Unidos a qualquer momento. O complexo de Yongbyon, ao norte de Pyongyang, havia sido fechado em 2007, em troca de 50 mil toneladas de petróleo, em meio a uma crise energética no país. Esta foi a primeira vez que o governo do país mais isolado do mundo admite, desde 2013, que a produção da central é usada para fins bélicos. 
Fonte: http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RF1EB20150915 

CHINA AFIRMA SOBERANIA NO MAR DO SUL DA CHINA E MEDIA RELAÇÕES COM A COREIA DO NORTE
O governo chinês afirmou novamente sua posição de soberania nas ilhas do Mar do Sul da China, alegando ter fortes evidências históricas e suporte legal. A China pretende retomar negociações com a Coréia do Norte em relação ao programa nuclear coreano e pediu a todos os responsáveis pelas negociações que tenham cautela na negociação e não tomem quaisquer medidas que exacerbem as tensões presentes. 
Fontes: SOUTH China Sea challenge opposed. China Daily Hong Kong, p. 1, 19 Set. 2015 e http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RJ0N120150919 

GRUPO TALIBÃ PODE SE DIVIDIR EM DUAS FACÇÕES 
O grupo afegão Talibã pode se dividir em duas facções, afirmou o seu porta-voz. A possibilidade decorre da dificuldade em se escolher um novo líder após a morte do fundador do grupo, Mullah Omar, uma vez que a autoridade do líder nomeado previamente, Mullah Mansour, vem sido questionada por uma parte de seus integrantes. 
Fonte: AFGHAN Taliban divided as talks between factions fail. Daily Mirror, p.1, 21 Set. 2015 

PAQUISTÃO NEGOCIA COMPRA DE CAÇAS COM A RÚSSIA 
Os governos da Rússia e Paquistão estão negociando o que analistas dizem ser o maior tratado de defesa entre os dois países. O acordo inclui a compra de jatos Su-35, além de helicópteros de ataque. Em razão da recente aproximação norte-americana com a Índia – que disputa a posse da Caxemira com o Paquistão – Moscou tem expandido suas linhas de cooperação com o país. 
Fonte: PAKISTAN in talks with Russia to buy Su-35 jets. Pakistan Today (Islamabad), p.1, 21 Set. 2015


• ORIENTE MÉDIO ISRAEL: VIOLÊNCIA AUMENTA EM JERUSALEM E NA FAIXA DE GAZA 
Conflito entre seguranças israelenses e manifestantes palestinos espalharam-se em Jerusalém, com cerca de oito palestinos baleados e alguns soldados israelenses feridos durante ataques de bombas. Posteriormente foi informado que trinta e nove palestinos suspeitos de “perturbar a ordem”, “atirar pedras e coquetéis molotov” e “participar de revoltas” foram presos, sendo doze na Cisjordânia e vinte e sete nos território anexados em Jerusalém. Israel lançou ataques aéreos contra o Hamas na parte norte da Faixa de Gaza após dois foguetes serem atirados contra Israel. 
Fontes: http://www.theguardian.com/world/2015/sep/18/palestinians-clash-with-israeli-forces-injerusalem; http://www.theguardian.com/world/2015/sep/18/israel-calls-up-police-reserves-afterescalation-in-violence; http://www.arabnews.com/middle-east/news/809361; http://www.bbc.com/news/world-middle-east-34340572; http://www.theguardian.com/world/2015/sep/19/israeli-aircraft-hit-targets-in-gaza-after-rockets-are-firedon-town; e http://www.arabnews.com/middle-east/news/809026 

SÍRIA E O ESTADO ISLÂMICO 
A Síria confirmou pela primeira vez ter recebido aviões russos para combater Estado Islâmico. Além disso, os russos enviaram equipamentos sofisticados para o combate. A Síria declarou que uma base russa na cidade Latakia seria bem-vinda, caso Moscou queira construí-la. Membros da filial síria da Al-Qaeda mataram pelo menos quarenta e cinco soldados capturados em Abu Zuhour, na parte norte do país. Tais práticas não são comuns dentro do grupo. Aviões de guerra sírios desencadearam uma onda de ataques aéreos na cidade de Palmyra, na Síria central, sendo um dos mais pesados bombardeios desde que o grupo extremista tomou a cidade antiga em 10 de maio. Os ataques aéreos Palmyra vieram um dia depois de o exército sírio realizar ataques aéreos pesados no norte da cidade de Raqqa, também controlada pelo grupo Estado Islâmico. Enquanto isso, uma coalizão de grupos rebeldes iniciou uma grande ofensiva terrestre em duas aldeias predominantemente xiitas no norte da província de Idlib. A coalizão, conhecida como Jaysh Al-Fateh, ou “Exército da Conquista“, atacou as aldeias de Foua e Kfarya, ambas mantidas por forças pró-governo. O Exército da Conquista inclui a Al Qaeda da Síria, a Frente Al-Nusra e o grupo extremista Jund al-Aqsa, sendo apoiada pela Turquia e Arábia Saudita. 
Fontes: http://www.theguardian.com/world/2015/sep/22/syria-confirms-receipt-russian-jets-isis; http://www.arabnews.com/middle-east/news/810626; http://www.bbc.com/news/world-middle-east- 34329961; EUA alarmado com aviões de combate russos na Síria. The Moscow Times, Londres, p.04, 21 set 2015; AVIÕES de guerra atacam a cidade de Palmyra, controlada pelo Estado Islâmico. San Francisco Chronicle, Beirut, p.04, 19 set 2015 e RUSSOS jutam-se ao Estado Islâmico. The Moscow Time, p.04, 21 set 2015 

CRISE NO IÊMEN: PRESIDENTE HADI RETORNA DO EXÍLIO PARA ADEN 
O Presidente do Iêmen retornou ao sul da cidade de Aden, depois de seis meses no exílio. Abdrabbuh Mansour Hadi fugiu de Aden no final de março quando os rebeldes hutis avançaram pela cidade, desencadeando ataques aéreos pela coalizão liderada pela Arábia Saudita. Em julho, milicianos pró-governo e militares expulsaram os hutis e exércitos leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh para fora da cidade. 
Fonte: http://www.bbc.com/news/world-middle-east-34323078 

• ÁFRICA SUPOSTOS ATAQUES DO BOKO HARAM CONTINUAM E MILITARES DEFENDEM GANHOS OBTIDOS NA LUTA CONTRA O GRUPO 
Em Maiduguri, na Nigéria, houve uma série de ataques com bombas que já somam 117 vítimas. Os alvos foram uma mesquita e um local que exibia jogos de futebol pela televisão. Na estrada entre esta cidade e Damaturu, homens armados atacaram dois ônibus com passageiros com três as vítimas. Em Camarões, a cidade de Mora sofreu um atentado suicida que deixou cerca de cinco pessoas mortas, sendo um policial, dois civis e duas mulheres-bomba. Suspeita-se que as três ações sejam de autoria do Boko Haram. Militares nigerianos responderam ao líder do grupo, Abubakar Shekau, após uma divulgação de um áudio que desprezava seus ganhos recentes na guerra contra os insurgentes. Em sua fala, os militares pediram para que a mensagem de Shekau fosse totalmente ignorada, reiteram que os insurgentes estão sendo dizimados e lembraram as conquistas do Exército e da Força Aérea da Nigéria. 
Fonte: MAIDUGURI, Nenigeria, bomb blasts kill 85. Arab Times. Conroe, p. 8. 22 set. 2015; g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/aumenta-para-117-numero-de-mortos-em-atentados-em-maidugurinigeria.html; IBRAHIM, Sawab. Boko Haram ambushes buses, kills passengers. Sunday Trust. Maiduguri, p.12, 20 set. 2015; reuters.com/article/2015/09/20/us-nigeria-violence-cameroonidUSKCN0RK0AU20150920 e allafrica.com/stories/201509230028.html 



ATAQUES NA SOMÁLIA E PRESIDENTE REJEITA CAPTURA DE ASSENTAMENTOS PELA AL SHABAB 
Na capital da Somália, Mogadíscio, um atentado com carro-bomba ao palácio presidencial deixou cinco mortos. Suspeita-se que o alvo era um comboio da ONU que havia acabado de sair do local. Embora ninguém tenha assumido a responsabilidade pelo ataque, acredita-se que foi realizado pelo grupo islâmico Al Shabab. Uma explosão matou ao menos três soldados em um acampamento militar em Kismayu e foi reivindicada pelo grupo. O Presidente somaliano rejeitou a captura de assentamentos por militantes do Al Shabab, alegando que eles não tinham nenhum valor estratégico e que isso não seria um sinal de ressurgimento do grupo. Ainda assim, diplomatas ocidentais afirmam que mesmo que o grupo esteja enfraquecido, suas ações podem ser consideradas uma ameaça para a reconstrução do país. 
Fontes: reuters.com/article/2015/09/21/us-somalia-attack-idUSKCN0RL1QI20150921 e af.reuters.com/article/topNews/idAFKCN0RH1GN20150917 

PRESIDENTE DA BURKINA FASO RETORNA AO GONVERNO APÓS TENTATIVA DE GOLPE 

Um grupo de militares havia confirmado estar no governo de Burkina Faso, anunciando a saída do Presidente e a dissolução do governo provisório, mesmo com a exigência da ONU para a libertação imediata dos principais membros políticos do país que haviam sido sequestrados. O golpe de Estado objetivava encerrar o projeto de transição política. O Presidente foi restituído ao poder, ao ser aceita parcialmente a proposta feita pela Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental, em que se previa a saída do Primeiro-Ministro e de todos os militares do poder, que seriam anistiados. Os golpistas foram aquartelados, mas o Primeiro-Ministro retomou suas funções. A questão agora gira em torno da anistia, sendo que o Presidente é contra. 
Fontes: pt.euronews.com/2015/09/17/sequestro-do-presidente-abala-transicao-politica-no-burkina-faso/ pt.euronews.com/2015/09/21/burkina-faso-a-caminho-da-amnistia/ e pt.euronews.com/2015/09/23/presidente-do-burkina-faso-retoma-o-poder/ 


MANIFESTAÇÃO É REPRIMIDA COM VIOLÊNCIA EM ANGOLA 
Uma manifestação autorizada que aconteceria em Benguela, na Angola, foi reprimida com violência pelas autoridades locais. Os jovens pediam a libertação de 15 ativistas detidos desde junho, indiciados por crime de rebelião, tentativa de golpe de Estado e atentado ao Presidente. O habeas corpus deles havia sido negado. A violência com que os policiais trataram os manifestantes resultou em muitos jovens feridos e alguns detidos. 
Fonte: portugues.rfi.fr/angola/20150917-manifestacao-autorizada-reprimida-em-benguela 



• ONU ONU ACUSA EXÉRCITO DA LÍBIA DE TENTAR SABOTAR ACORDO DE PAZ As Nações Unidas acusaram o exército de governo internacionalmente reconhecido da Líbia de deliberadamente tentar sabotar as negociações de paz com uma nova ofensiva na cidade de Benghazi, anunciada pelo chefe de exército Khalifa Hafter. A Missão de Apoio das ONU na Líbia (UNSMIL) pediu a suspensão imediata da ofensiva para dar uma chance às conversações de paz entre os parlamentos rivais do país. 
Fonte: United Nations accuses Libya army of attempting to torpedo peace deal. The China Post, p.2, 21 set. 2015. 

ONU EXPRESSA PREOCUPAÇÃO COM AUMENTO DO CONFLITO NO IÊMEN 
O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, se disse preocupado com os confrontos entre o governo e as forças rebeldes Huti, que já se estendem por mais de um ano no Iêmen, tendo deixado mais de 2 mil mortos neste período. Ataques aéreos recentes e enfrentamentos por terra têm elevado o número de mortes de civis e provocado enorme destruição. Após a libertação de seis estrangeiros que estavam sob controle de forças Huti, Ban afirmou também que se mostra positivo em relação a um acordo pacífico, que pode vir a ser firmado em breve entre ambas as partes. 
Fonte: http://nacoesunidas.org/secretario-geral-da-onu-expressa-preocupacao-com-escalada-de-violenciano-iemen/ 

CESSAR-FOGO NO SUDÃO DO SUL TERIA SIDO VIOLADO, SEGUNDO A ONU 
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) analisou um pedido dos Estados Unidos para que sejam aplicadas sanções ao chefe do exército rebelde sul-sudanês, devido a quebra do cessar-fogo. Como previa o acordo de paz assinado pelo presidente Salva Kiir e líder rebelde Riek Machar, o cessar-fogo deveria ter entrado em vigor em 29 de agosto, porém os conflitos continuam principalmente em regiões como a do Alto Nilo. Mais de 190 mil civis aterrorizados estão abrigados dentro de bases da ONU no Sudão do Sul. 
Fonte: S SUDAN ceasefire violated. The New Age (Free State), p. 01, 16 set. 2015.