18 de jul de 2015

Ponte Anita Garibaldi é inaugurada em Laguna/SC

Obra deve desafogar o tráfego de cerca de 25 mil veículos por dia 
DNIT/DIVULGAÇÃO/JC
Construída durante três anos, estrutura é a maior elevada da duplicação da BR-101 no estado vizinho
Construída durante três anos, estrutura é a maior elevada da duplicação da BR-101 no estado vizinho
Três anos depois de assinar a ordem de início dos serviços, a presidente Dilma Rousseff retornou ontem a Santa Catarina para inaugurar a ponte Anita Garibaldi, em Laguna. A estrutura é a maior elevada da duplicação da BR-101 no estado vizinho e substitui a atual travessia em pista simples, eliminando um grande gargalo existente na rodovia.

Recentemente duplicada, a via apresentava trânsito lento em Laguna devido ao afunilamento, uma vez que a travessia neste trecho era feita em pista simples, insuficiente para suportar o tráfego de cerca de 25 mil veículos por dia. A obra é de grande importância para a região, que atrai muitos turistas. A BR-101 é o principal corredor de acesso aos países do Cone Sul integrantes do Mercosul e a principal ligação rodoviária entre São Paulo e Buenos Aires.

"Conseguimos realizar essa ponte porque superamos entraves que existem na infraestrutura do País. Temos que ter no Brasil uma infraestrutura de qualidade para desenvolver indústria e garantir emprego e segurança no tráfego", disse Dilma na solenidade.

O governador  Raimundo Colombo destacou a melhoria que a obra trará para a população catarinense. "Um dos melhores momentos da vida de um gestor público é entregar obras que melhoram a vida das pessoas. E a ponte Anita Garibaldi é um exemplo disso, uma das mais belas obras rodoviárias do Brasil."

Para o prefeito de Laguna, Everaldo dos Santos, a cidade passa a contar também com um novo cartão-postal. Ele acredita, ainda, em um incremento na economia local, com atração de empresas, maior procura por imóveis e reflexos positivos para setores como comércio e serviços.

Além de estimular o turismo, a construção melhora a logística de transporte de cargas, trazendo benefícios diretos para ao menos seis municípios ? Laguna, Imbituba, Tubarão, Imaruí, Jaguaruna e Capivari de Baixo ? e indiretos para a região como um todo. Em paralelo à obra, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) executou a dragagem do Canal de Laranjeiras, gerando reflexos positivos para a atividade da pesca.

Obra integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a ponte Anita Garibaldi é a primeira estaiada em curva do País e representou um investimento da União, por intermédio do Dnit, de R$ 777 milhões.

A estrutura possui 2.830 metros de extensão, sendo 400 metros no vão central, dois mastros de sustentação com 63 metros de altura, 136 estacas escavadas com diâmetro de 2,50m. Em sua construção foram utilizadas 20 mil toneladas de aço e 100 mil m2 de concreto e 251.500 m2 de forma. Importando tecnologia da Europa, o empreendimento contou com a maior treliça lançadeira do Brasil, de 132 metros de comprimento, e chegou a ter 1.900 funcionários envolvidos, trabalhando dia e noite.