30 de abr de 2014

E os ideais do Capitanismo avançam Forças Armadas a dentro : Governo Federal institui comissão para promover os direitos das mulheres

Brasília, 29/04/2014 – O Ministério da Defesa vai atuar de forma mais incisiva na promoção dos direitos das mulheres e na igualdade de gênero em seu âmbito de atuação. Portaria publicada no Diário Oficial da União institui a Comissão de Gênero, que irá estudar e propor ações nesse sentido.
A nova comissão está vinculada ao Gabinete do Ministro e será integrada por representantes das chefias integrantes do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (Sepesd), da Secretaria de Organização Institucional (Seori), da Escola Superior de Guerra (ESG) e do Instituto Pandiá Calógeras, além dos Comandos Militares.

Ao todo, há cerca de 22 mil mulheres nas Forças Armadas, o que representa aproximadamente 6% dos efetivos militares. O MD pactuou um Protocolo de Intenções com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-PR), alinhado com os propósitos firmados com a ONU Mulheres. Esse Protocolo deu origem às ações do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres em que MD e SPM-PR figuram com corresponsáveis. Leia matéria.

E que um dia tenhamos mulheres no último posto, como oficiais generais de 4 estrelas - Generais de Exército, ocupando vaga como Ministra do STM!