21 de dez de 2013

Presidenta Dilma ressalta consolidação da Defesa em almoço de fim de ano

Presidenta Dilma ressalta consolidação da Defesa em almoço de fim de ano

Brasília, 18/12/2013 – Durante o tradicional almoço de fim de ano com o ministro da Defesa, Celso Amorim, e os comandantes das Forças Armadas, a presidenta da República, Dilma Rousseff, destacou a consolidação do Ministério da Defesa (MD), que completa 15 anos em 2014. Reiterando a importância de fortalecer a Defesa Nacional e a capacidade dissuasória do país, a presidenta disse que o Brasil é uma nação pacífica, mas não será, "de jeito nenhum, um país indefeso". E completou: "Não delegamos nossa defesa a terceiros".

De acordo com ela, o amadurecimento do MD é um marco para a democracia brasileira. Em sua fala, lembrou, também, a criação da Secretaria-Geral da pasta, há oito meses. As palavras foram proferidas na tarde desta quarta-feira, em evento no Clube Naval, em Brasília (DF). 

Segundo a presidenta, a Defesa deu um importante passo este ano com a aprovação, pelo Congresso Nacional, de documentos como a Política Nacional de Defesa, a Estratégia Nacional de Defesa e o Livro Branco de Defesa Nacional, publicações “que permitem transparência em torno das diretrizes do setor”. 




Dilma citou os projetos estratégicos em andamento pelas Forças Armadas, ao longo do ano: o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), a cargo da Marinha; o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), do Exército; e o cargueiro de abastecimento KC-390, da Aeronáutica. “Defesa e desenvolvimento são objetivos complementares”, disse. "Ao fortalecer nosso Ministério de Defesa e nossa base industrial, modernizar os meios de nossas Forças (...), nós reafirmamos a responsabilidade intransferível que temos com a proteção do Brasil".

A atuação do MD na segurança de grandes eventos foi um dos temas do discurso da presidenta. Ela elogiou o trabalho realizado durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro, e lembrou que “nossos militares estiveram de prontidão em todas as cidades-sede da Copa das Confederações”. 

A comandante-em-chefe das Forças não deixou de enaltecer a conquista da Marinha com o ingresso, já no próximo ano, de cadetes mulheres na Escola Naval. “Em breve será a vez do Exército, na Academia Militar das Agulhas Negras, a exemplo do que já acontece na Academia da Força Aérea”.

Por fim, a presidenta terminou sua fala dizendo que havia autorizado o ministro Celso Amorim a anunciar, posteriormente, o vencedor da concorrência dos caças FX-2.   

Na ocasião, o ministro Amorim agradeceu o apoio que a presidenta dá à Defesa, “não só nos equipamentos, mas também possibilitando condições dignas de trabalho a seus integrantes”. Já o comandante da Marinha, Julio Soares de Moura Neto, que falou em nome dos demais, ressaltou que os militares têm disposição em contribuir para continuar projetando internacionalmente o país.

Cumprimentos aos oficiais-generais

Antes do almoço, 178 oficiais-generais das três Forças foram cumprimentados pela presidenta. Desse total, sete generais e um almirante, promovidos em novembro, apresentaram-se nesta manhã (foto ao lado) ao ministro Celso Amorim, no Salão Nobre do órgão. Depois, seguiram para o Palácio do Planalto, onde foram apresentados junto com suas esposas à presidenta Dilma, que estava acompanhada do vice-presidente, Michel Temer. 

Confira aqui o Diário Oficial da União, com a publicação dos nomes dos oficiais-generais do Exército e da Marinha, recém promovidos. 

Confira aqui a íntegra do discurso da presidenta Dilma Rousseff na apresentação de oficiais-generais recém-promovidos.

Confira aqui a íntegra do discurso da presidenta Dilma Rousseff no almoço de fim de ano. 

Fotos: Jorge Cardoso e Tereza Sobreira
Assessoria de Comunicação Socia