3 de fev de 2016

Guilherme Cohen, judeu, militante de esquerda, acompanhou o deputado federal Jean Wylys (PSOL) em uma viagem à Israel e a Palestina promove encontro com o Hashomer Hatzair, movimento juvenil, judaico, sionista e de esquerda. Auditório ficou completamente lotado!

Foto retirada de uma rede social.
Guilherme Cohen, judeu, militante de esquerda, acompanhou o deputado federal Jean Wylys (PSOL) em uma viagem à Israel e a Palestina.

Em seu perfil pessoal, ele descreve suas impressões para uma platéia judaica-juvenil-brasileira.

"Uma noite inesquecível
Devo admitir que a noite de ontem superou e muito as minhas expectativas. Ver o Hashomer Hatzair, movimento juvenil, judaico, sionista e de esquerda absolutamente lotado, com mais de 120 pessoas, em sua maioria jovens, foi muito especial.
Mais especial ainda foi dividir as experiências sobre a visita do Jean Wyllys a Israel e a Palestina com todos e todas. Reproduzo aqui o que disse no final da minha fala:
" Para encerrar, eu queria falar especialmente pros jovens, assim como eu, que estão aqui. Sei que muitos de vocês se afastaram ou nem se aproximaram da esquerda brasileira. Sei que um dos principais motivos pra isso acontecer é o antissemitismo velado em parte dessa esquerda. Eu também tinha me afastado. É muito difícil conviver com isso.
Porém, não podemos abandonar nossas convicções e nossas lutas por causa de uns poucos que fazem muito barulho. Quando entrei no PSOL, entrei por afinidade programática. Entrei porque acredito neste partido como uma ferramenta de mudança social. Entrei porque acredito que militar ao lado dos trabalhadores e das minorias é o melhor caminho para uma sociedade mais justa. E não há obstáculo que me faça desistir disso agora.
Convido todas e todos que se identificam com essas pautas a também não abandonarem suas lutas. É hora de nos aproximarmos. E Jean nos mostrou que não estamos sozinhos! " "