18 de out de 2015

Exército de Cuba combate na Síria

 Cuba enviou uma força expedicionária para ajudar no esforço da Aliança Militar formada pela própria Federação da Rússia, Síria, Iraque e Irã em derrotar o tal Ei (Estado Islâmico). Cuba mandou para os campos de batalha e petróleo da Síria, um contingente militar especializado em combate com tanques de guerra T-14, de fabricação russa - o Armata.
Bem, militares cubanos não estão lutando na Síria, apenas pelo “espírito revolucionário internacional”. Cuba quer uma fatia dos despojos de guerra, como petróleo e gás, acordo este já fechado entre Síria e Havana. Leia matéria