24 de set de 2015

Rússia entra na Guerra na Síria, porém assegura interesses de Israel na região.




Foto de The Prime Minister of Israel.
Photos: Israeli Embassy in Russia

Notícia analisada:
A Rússia entrou de vez na guerra na Síria e tem interesse em manter o Estado Sírio nas mãos de seu atual presidente, Bashar al-Assad. Leia
Aparentemente, há influência dos EUA nas operações dos terroristas do EI - http://capitaofernando.blogspot.com.br/2014/06/geopolitica-irasiriairaque-artigo-de.html

Satélites de observação já detectaram aviões de caças russos estacionados no aeroporto  de Latakia, localizado nas imediações da capital. Essa entrada da Rússia muda significativamente a geopolítica da região - http://capitaofernando.blogspot.com.br/search?q=R%C3%BAssia+entra

Em recente visita de Putin à Israel, ele ouviu do PM Benjamin Netanyahu  que seu país tem uma política de evitar que uma possível transferência de armas abra uma nova frente de ameaça à israel a partir das Colinas de Golã.

-- -

Discurso do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o presidente russo, Vladimir Putin no início de hoje (21/set) da reunião:

O presidente russo, Vladimir Putin:
"Senhoras e senhores, boa tarde. Sei que em Israel recentemente celebrou o Ano Novo. Eu gostaria de recebê-lo. Amanhã à noite, na véspera do Yom Kippur, começa o jejum. Eu gostaria de recebê-lo e desejar-lhe tudo de bom."

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu:
"Agradeço-lhe o Sr. Presidente para seus cumprimentos e eu também felicitar a Rússia na data da sua celebração. Agradeço imensamente a oportunidade de falar com você. Israel ea Rússia partilham um interesse comum para garantir a estabilidade no Oriente Médio. E eu estou aqui por causa da situação de segurança que está se tornando cada vez mais complexo em nossa fronteira norte. Como você sabe, nos últimos anos, e especialmente nos últimos meses, o Irã ea Síria têm sido armar o extremista islâmico organização terrorista Hezbollah com armas avançadas, visando a nós, e ao longo dos anos milhares de foguetes e mísseis foram disparados contra nossas cidades. Ao mesmo tempo, o Irã, sob os auspícios do exército sírio, está tentando construir uma segunda frente terrorista contra nós das Colinas de Golã.

Nossa política é evitar que essas transferências de armas, e para evitar a criação de uma frente terrorista e ataques contra nós a partir das Colinas de Golã. Nestas circunstâncias, eu pensei que era muito importante que eu venho aqui, também para clarificar as nossas políticas, e para se certificar de que não há mal-entendidos entre as nossas forças. E devo dizer outra coisa, tanto do ponto de vista pessoal e de um nacional de uma - em todas as relações entre nós, se eu concordei e também quando nós diferiam, nosso discurso sempre foi realizado com respeito e abertura mútua. Estou certo de que ele vai ser desta vez também. "


O presidente russo, Vladimir Putin:
"E por isso vai ser primeiro-ministro. Que não haja dúvida sobre isso. Nós nunca esquecer que no Estado de Israel vivem muitos emigrantes da ex-URSS. Isso tem um efeito especial sobre as nossas relações bilaterais. Todas as ações da Rússia na região será sempre muito responsável. Estamos conscientes de que o bombardeio contra Israel e nós condenamos todos esses bombardeios. Eu sei que esses bombardeios são realizadas por elementos internos. No que diz respeito à Síria, sabemos que o exército sírio está em um situação tal que é incapaz de abrir uma nova frente. Nosso principal objetivo é defender a estatal síria. No entanto, entendo sua preocupação e estou muito contente que você veio aqui para discutir todas as questões em detalhe. "
- - -


The Prime Minister of Israel adicionou 3 novas fotos.
Remarks by Prime Minister Benjamin Netanyahu and Russian President Vladimir Putin at the start of the meeting today:
Russian President Vladimir Putin:
"Ladies and gentlemen, good afternoon. I know that in Israel you recently celebrated the New Year. I would like to welcome you. Tomorrow evening, on the eve of Yom Kippur, the fast begins. I would like to welcome you and wish you all the best."
Prime Minister Benjamin Netanyahu:
"I thank you Mr. President for your greetings and I also congratulate Russia on its day of celebration. I greatly appreciate the opportunity to speak to you. Israel and Russia share a common interest to ensure stability in the Middle East. And I am here because of the security situation which is becoming ever more complex on our northern border. As you know, in recent years, and particularly in recent months, Iran and Syria have been arming the extremist Islamic terrorist organization Hezbollah with advanced weapons, aimed at us, and over the years thousands of rockets and missiles have been fired against our cities. At the same time, Iran, under the auspices of the Syrian army, is attempting to build a second terrorist front against us from the Golan Heights.
Our policy is to prevent these weapons transfers, and to prevent the creation of a terrorist front and attacks on us from the Golan Heights. Under these circumstances, I thought it was very important that I come here, also to clarify our policies, and to make sure that there is no misunderstanding between our forces. And I must say something else, both from a personal standpoint and from a national one – in all of the relations between us, whether I agreed and also when we differed, our discourse has always been conducted with mutual respect and openness. I am certain that it will be this time as well."

Russian President Vladimir Putin:
"And so it will be Prime Minister. Let there be no doubt about this. We have never forgotten that in the State of Israel live very many emigres from the former USSR. This has a special effect on our bilateral relations. All of Russia's actions in the region will always be very responsible. We are aware of the shelling against Israel and we condemn all such shelling. I know that these shellings are carried out by internal elements. In regard to Syria, we know that the Syrian army is in a situation such that it is incapable of opening a new front. Our main goal is to defend the Syrian state. However, I understand your concern and I am very pleased that you have come here to discuss all issues in detail."
Photos: Israeli Embassy in Russia - Израиль в России - Israel in Russia