9 de jul de 2015

Palestina - Guerra com Israel não terá fim até à libertação dos prisioneiros, afirma Hamas

Sem a libertação dos prisioneiros a guerra com Israel não terá fim
Foto: Abola
O Hamas, movimento de resistência islâmica, garantiu esta quinta-feira que o conflito bélico com Israel, em Gaza, que teve início em julho de 2014, não terminará até que se resolva a questão dos presos palestinianos.


«O inimigo e os amigos devem saber que a guerra do ano passado, na Faixa de Gaza, não acabou e continua em aberto até que se resolva a questão dos prisioneiros», sublinhou Abu Obeida, porta-voz do braço armado às `Brigadas de Ezedín Al Kasem`.

Abu Obeida ordenou o fim do bloqueio à Faixa de Gaza e refere que, caso este persista, o «povo e a resistência armada combaterão cara-a-cara, mas desta vez a batalha não será fácil».

O conflito provocou uma enorme destruição na Faixa de Gaza, onde morreram 2.251 palestinianos, dos quais 1.462 civis e 551 crianças, e 73 israelitas, 67 deles soldados, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). ABOLA/Blog do Capitão Fernando