3 de jan de 2015

Novo ministro da Defesa, Jaques Wagner, garante que seu ministério dará encaminhamento às recomendações da CNV

O novo ministro Jaques Wagner garantiu que durante sua gestão na Defesa - à qual estão subordinadas as Forças Armadas -, todas as recomendações feitas pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) no relatório final sobre a apuração de graves violações aos direitos humanos praticadas por agentes do Estado entre 1946 e 1988 serão “processadas”.

“Vou me empenhar para isso, pois não há mais porque ficarmos colocando obstáculos ao que quer que haja pela frente. Acho que transparência e verdade não machucam ninguém”, disse Wagner ... leia mais