7 de set de 2014

Marina Silva, a candidata dos torturadores do Golpe Militar é vaiada em Porto Alegre/RS, cancela caminhada e sai escoltada pela Polícia Federal.


 



Porto Alegre/RS 07/09/2014 - Marina Silva, a candidatada dos torturadores do Golpe Militar é vaiada em Porto Alegre por militantes LGBT, chamada de fundamentalista, cancela caminhada e sai escoltada pela Polícia Federal. Créditos Twitter Luiz Eduardo Greenhalgh